Quantidade de Páginas visitadas

HISTÓRICO
A cidade de Marechal Cândido Rondon é composta pelos distritos e vilas do município. Sua população é formada, em sua maioria, por agricultores e, também, trabalhadores de indústrias. Percebendo através de pesquisas realizadas que o número de jovens e adultos fora da Escola ou que ainda não haviam concluído o Ensino Fundamental e Médio era alto e, já preocupados com essas questões, a Prefeitura Municipal implantou, no ano de 1995 o Projeto de Descentralizações cuja Coordenação Pedagógica era feita pelo CESTOL ( Centro de Estudos Supletivos de Toledo). Em função do grande número de alunos que já haviam concluído os estudos do Ensino Fundamental- Fase I (1ª a 4ª série), a Prefeitura Municipal implantou no ano de 1997 o projeto NAES (Núcleo Avançado de Estudos Supletivos), que passou a funcionar junto à Escola Municipal Criança Feliz no período vespertino e noturno.
Ao iniciar o ano de 1997 a Escola contava com 200 alunos matriculados e ao final do segundo semestre o número já era de 725 alunos, o que caracterizou um considerável crescimento. No mesmo ano, passamos a coordenar os Exames de Equivalência (1ª a 4ª série) e o NAES passou a ser denominado CES (Centro de Estudos Supletivos).
Em 1998 foi implantado o projeto PAC (Posto Avançado do Ces). Também passamos a ofertar Exames Supletivos de 1º e 2º Graus (Educação Geral). Devido à quantidade de alunos no Ensino Fundamental- Fase II, iniciamos o Processo de Autorização de Funcionamento do Ensino Médio, sendo que o mesmo foi autorizado em 1999.
Em cumprimento a LDB da Educação, nº 9394/96, através da Resolução 3120/98, ficou determinado que o CES passasse a ser denominado CEAD (Centro de Educação Aberta, Continuada a Distância).
Em 1999, o Ensino Médio entrou em funcionamento ofertando as disciplinas por blocos, contando com 450 alunos na Fase II do Ensino Fundamental e 230 alunos matriculados no Ensino Médio, fazendo com que ocorressem mudanças principalmente no aumento do quadro Docente e de Funcionários de Apoio Técnico-Administrativo.
Durante o ano de 2000 a Escola teve um aumento considerável de alunos matriculados na sede, somados a seis turmas de PACs e dois Termos de Cooperação Técnica, através do SESI, em parceria com as empresas Agrícola Sperafico e Cercar. Tivemos seis turmas descentralizadas da Fase I do Ensino Fundamental e muitos concluintes nos Exames Supletivos. Neste ano, o estabelecimento passou a ser denominado Centro Estadual de Educação Básica para Jovens e Adultos- CEEBJA. Podemos considerar um número superior a 1.400 alunos que freqüentaram a instituição no referido ano.
Em 2001, com a nova Resolução de Portes, sofremos uma grave redução na demanda o que de certa forma impediu o crescimento gradativo que a Escola vinha apresentando, mesmo assim, iniciamos a partir de agosto o atendimento na Fase I através do CEEBJA.
Durante este período de funcionamento, o CEEBJA foi administrado pelos seguintes diretores: 
-Emílio Koserski (1997 a 2000) 
-Laurita Kaiser (2000 a 2001) 
-Neuza Brasil (2002 a 2003) 
-Rachel Aprígio Ferreira (2003-)

Desde o início de sua trajetória, o CEEBJA- Marechal Cândido Rondon- funcionou nas dependências da Escola Municipal Criança Feliz. Devido às reivindicações de toda a comunidade escolar por melhores condições físicas para desenvolver as atividades educacionais, descobriu-se que havia um prédio pertencente ao Estado que estava cedido para o funcionamento de uma instituição privada (UNIRONDON). A FUNDEPAR solicitou a desocupação do mesmo e direcionou as instalações para o CEEBJA. Assim, somos um dos poucos CEEBJAs do Paraná a funcionar em sede própria, situada à Rua Sete de Setembro, 2441.
No ano de 2007, devido á reivindicação da comunidade residente no bairro Jardim Alvorada, proximidade do CEEBJA decidiu-se, em reunião realizada com professores, funcionários, equipe administrativa e pedagógica, bem como com os segmentos representativos da comunidade escolar, APMF, Grêmio Estudantil e Conselho Escolar, solicitar a Autorização para o funcionamento do Ensino Fundamental – 5ª, 6ª, 7ª e 8ª série, sistema regular, de forma gradativa, atendendo ao anseio, de muitos anos, dos pais de alunos que precisam se deslocar a uma distância considerável para freqüentar o ensino regular, considerando que o CEEBJA funciona somente nos períodos vespertino e noturno, estando suas instalações disponíveis no período matutino.
No ano de 2008, através da Resolução nº 244/08 de 22 de janeiro de 2008, o então CEEBJA passa a denominar-se Colégio Estadual de Marechal Cândido Rondon – Ensino Fundamental e Médio e Autoriza o funcionamento do Ensino Fundamental – 5ª a 8ª série – pelo período de dois (2) anos, com implantação gradativa a partir do início do ano letivo de 2008. Sendo que a Autorização de Funcionamento é através da Resolução nº 4594/96 de 04 de dezembro de 2006.
Considerando que no Município de Marechal Cândido Rondon já existe um Colégio com a mesma nomenclatura, a Resolução nº 368/08 de 28 de janeiro de 2008, altera o nome deste Estabelecimento de Ensino para Colégio Estadual Paulo Freire, Ensino Fundamental e Médio.














Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito